BRASIL

Líder diz que PSL punirá quem votar destaques com mais vantagens à polícia

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), disse que o partido fechou questão não só quanto à aprovação do texto-base: será punido o deputado que votar a favor também de destaques como os que concedem mais vantagens às carreiras da área de segurança. “Fechamos questão com todo o texto do relator. Sim, será punido quem votar um destaque contra o estabelecido”, disse.

Delegado Waldir argumenta que os policiais já obtiveram uma situação diferenciada das demais categorias: “Conseguimos para os policiais integralidade do benefício e paridade até a data da promulgação, pensão integral e idade mínima de 55 anos. São conquistas importantes.”

Para ele, “não se trata de votar contra os policiais, agora é votar com o país. Para ceder mais, teríamos que incluir centenas de cadeiras. Somos defensores das carreiras da Segurança, mas todos têm que dar sua contribuição”.

A adesão do PSL ao esforço para aprovação doo texto-base e dos destaques foi cobrada pelo Centrão e pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) como condição para aprovar a reforma da Previdência. O PSL é o partido que tem maior número de deputados com base eleitoral no setor de segurança.

São 22 dos 54 integrantes da bancada. Durante a tramitação na comissão especial, o partido chegou a apresentar destaques beneficiando os policiais. Agora Maia e o Centrão cobraram e o PSL nem nem apresentará destaques.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *