BRASIL

Olavo de Carvalho fala em ‘suicídio’ de Bolsonaro ao ‘desprezar’ a mídia

Influente no governo, o escritor Olavo de Carvalho publicou 1 vídeo neste sábado (24) em que afirma que o presidente Jair Bolsonaro comete “suicídio” ao desprezar a mídia. De acordo com ele, há uma tentativa “mal disfarçada” da imprensa em colocar os militares contra o presidente e preparar terreno para 1 golpe de Estado.

“Anteontem a Veja publicou uma nota dizendo que houve um acordo entre o Bolsonaro e eu para que eu parasse de criticar os militares, e ele daria um jeito de controlá-los. Esse acordo nunca existiu. Eu nunca conversei com o presidente a esse respeito”, começou Olavo.

Ele prosseguiu:

“Isso aí é coerente, que é tentar jogar os militares contra o presidente. Incitando, portanto, um golpe de Estado. Estão fazendo isso de maneira bem mal disfarçada e evidente que estão me usando como instrumento.”

O escritor disse que nunca direcionou suas críticas aos militares, mas sim a pessoas específicas do governo. Segundo ele, só ao vice-presidente Hamilton Mourão e ao ex-ministro Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo). Ambos são generais.

“A crítica não era às Forças Armadas, era especialmente ao general Mourão e ao general Santos Cruz, que já foi retirado do governo”, afirmou.

Para Olavo, há uma “encenação” da mídia que “é uma coisa criminosa até”. Ele diz que “tem jornalistas brasileiros que há décadas inventam tudo que é tipo de mentira contra as Forças Armadas, acusam, difamam, caluniam o tempo todo. Isso é indução do golpe de Estado.”

Olavo disse que nunca deu conselhos ao presidente, mas agora daria:

“Agora vou dar um conselho: no começo da gestão dele eu escrevi, não falei pessoalmente, mas escrevi no Facebook: quando for eleito presidente, a primeira coisa que ele tem que se preocupar é assegurar que ele tem o poder. Resolver os problemas da Nação é a segunda etapa. Ele fez o contrário. ‘Quero resolver primeiro o problema econômico, o problema administrativo…’ E cada vez ele tem menos poder! Isso é loucura, isso é suicídio!”

“Então, agora, digo ao presidente: se o senhor não der um jeito nessa mídia criminosa, eles vão derrubar o senhor. Eles vão acabar jogando as Forças Armadas contra o senhor mesmo, já estão fazendo isso. Se o senhor perder o poder popular, o senhor está lascado.”

O escritor defendeu o uso de 1 veículo tradicional pró-governo:

“Não despreze o poder da mídia. Não pense que através de internet podemos vencê-los. Precisamos de um órgão de mídia, um canal de televisão, um jornal diário impresso. Todos estão contra o senhor. E o que eles estão fazendo não é oposição normal, é operação de desinformação criminosa e indução de golpe de Estado em defesa sistemática do banditismo.” 

Fonte: Msn notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *