BAHIA

Bahia: Governo prega cautela no reajuste salários dos servidores do estado

Enquanto o governador Rui Costa (PT) se orgulha de comandar um estado que paga os salários em dia, os servidores reivindicam aumento. Nos últimos anos, foram recorrentes os protestos organizados pela Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) por reajuste salarial e, em 2020, a situação não deve ser diferente. Isso porque o governo defende a teoria de que “não adianta ficar colocando o chapéu onde a mão não alcança”.

A frase foi dita pelo secretário da Fazenda, Manoel Vitório, em entrevista ao Bahia Notícias na última semana. Questionado se a gestão avalia conceder reajuste a algumas áreas, ele repetiu que a despesa de pessoal é pressionada pelo déficit previdenciário. “Com esse déficit que a gente tem, fica difícil se pensar em ficar dando reajuste. Mesmo nesse período, o governo fez até na segurança pública uma reestruturaçãozinha, na educação também fez alguma coisa, mas sempre de uma forma mais restrita porque não adianta, como alguns governos de forma irresponsável fizeram, ficar dando reajuste e depois, no fim do mês, você não saber se recebe ou não salário”, explica Vitório.

O secretário compara a situação da Bahia com outros estados e diz que poucos governos pagam dentro do próprio mês além de terem termo “depende” ligado ao salário. Com outros entes federativos nessa situação, sem data certa para pagar os servidores, o secretário afirma que “isso não será permitido”.

“A oposição fala que estamos quebrados e depois que diz isso, falam que temos que dar reajuste. O governo não tem condições de assumir mais custeio, quando você aumenta salário isso é permanente”, comenta Manoel.

Os concursos público segundo o secretário serão focados em demandas ditas como fundamentais. “O governo tem feito porque não tem jeito. Na segurança pública é preciso fazer, tem um contingente que tem que ser aposentado e temos concentrado os concursos nas áreas de educação e segurança. Fizemos novas entradas e acredito que vai seguir para 2020, e tem previsão de novos ingressos para manter um certo efetivo”, conclui.

Fonte: Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *