PETROLINA

Petrolina: Polícia Militar instaura procedimento administrativo para averiguar agressões contra estudante da Univasf

E estudante universitária e diretora da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE), Camila Rabelo relatou que foi agredida por um policial com um soco no rosto, no último sábado (16).

Ainda segundo a estudante, que estava na companhia de duas colegas, a abordagem foi feita por quatro policiais militares, nas proximidades da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Ela conta que durante a ação policial, os PMs esconderam suas identificações.

A Polícia Militar de Pernambuco informou que instaurou um procedimento administrativo disciplinar, para averiguar as “supostas agressões”. Confira a íntegra da nota:

“A Polícia Militar, através do comando do 5 BPM, esclarece que diante da denúncia, instaurou um procedimento administrativo disciplinar, paralelo ao inquérito da polícia civil, para averiguar as supostas agressões e os possíveis envolvidos.”

Fonte: Blog Waldiney Passos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *