JUAZEIRO

Juazeiro: “Coroné” Isaac Carvalho é vaiado no Festival Edésio Santos. Paulo Bomfim sumiu.

Quem teve a coragem de ir ao Festival Edésio Santos da Canção, nos dias 13 e 14, deve ter presenciado além da péssima organização, as vaias que o prefeito “coroné” Isaac Carvalho (PT) recebeu do público presente. Com medo da reação do público, o outro prefeito, Paulo Bomfim (PCdoB) não subiu ao palco para entregar a premiação aos vencedores. Coube ao deputado estadual Zó (PCdoB), a tarefa vergonhosa de entregar a premiação e permanecer no evento.

Os sinais claro da rejeição popular chamam atenção, mas tanto Isaac Carvalho quanto Paulo Bomfim continuam apostando na propaganda enganosa e nas mentiras para ganhar eleição em 2020.

O factício e fantasioso programa “Toda sexta-feira tem obra” já não engana mais a população, semana passada ao inaugurar ao UBS no Distrito de Itamotinga, o prefeito Paulo Bomfim passaria vergonha, caso ele não tivesse levado alguns funcionários ociosos da prefeitura para fazer plateia.

Quais as justificativas para as vaias? A péssima organização do evento, o caos que está instalado na cidade e o local do evento. Para assistir ao Festival de uma área vip, a prefeitura montou a estrutura em frente ao Centro Gastronômico, de lá sentado e sendo bem servido, a alta corte da prefeitura assistiu as apresentações.

Somente as pessoas cínicas e psicopatas não teriam as suas estruturas emocionais abaladas com um momento de vaias ou de rejeição popular. Somente as pessoas cínicas não tentariam mudar a realidade e construir coisas novas. Somente os psicopatas acordariam no dia seguinte como se nada tivesse acontecido, e continuariam com as mesmas práticas durante anos, até o fato se repetir com nova intensidade. Não é algo normal na psique humana, somente uma camisa de força ou uma jaula poderia resolver.

Um leitor do blog que garante que estava a presente ao evento assim descreveu o momento: “Festival Edésio da canção ontem foi uma prova irrefutável da baixíssima popularidade do governo, o Sr Isaac Carvalho subiu ao palco para entregar uma das várias premiações e foi vaiado por uma parte do público ali presente. Logo desceu do palco para que a coisa não ficasse mais constrangedora.

Logo após, chamaram o Subprefeito Paulo, Dep. Zó e os demais, onde o único que teve a coragem de enfrentar essa situação constrangedora foi o Dep. Fantasma Zó! O Subprefeito não teve coragem de ir !! A turma de secretários que lá estavam tiveram que engolir à seco a reação da população”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *