JUAZEIRO

PETISTA DESABAFA SOBRE OS SERVIÇOS DA EMPRESA FALCÃO REAL: EM PETROLINA TUDO E JUAZEIRO NADA?

Cansada de ter que embarcar no aeroporto de Petrolina, e agora na rodoviária na cidade de Petrolina (PE) e para piorar a situação os motoristas do aplicativo do Uber não querem vir a Juazeiro, sob alegação da falta de segurança e as péssimas condições das vias, uma militante petista desabafou nas redes sociais com a falta de compromisso dos políticos de Juazeiro com a situação caótica da única empresa de ônibus que faz a linha para Salvador.

“Primeiro, não quero arriscar minha vida viajando por uma empresa Falcão Real – São Luiz que, não fornece o que vende e os veículos quebram antes de pegarem a estrada. Segundo que, empresas superiores estão fazendo linha para Petrolina”, iniciou o texto com forte carga de indignação.

Votei e voto no Partido dos Trabalhadores, mas, deixo aqui registrada a minha indignação ao governo do estado que, através da Agerba insiste em manter a empresa São Luiz com o monopólio das linhas de ônibus para Juazeiro e região.

O nome disse é descaso. Desrespeito e muita falta de sensibilidade para com as milhares de famílias – cidadãs e cidadãos – que arriscam suas vidas pelas rodovias estaduais, mesmo pagando por um transporte de qualidade.

Governador @ruicostaoficial, a Agerba não está na mesma pegada do senhor no quesito gestão de qualidade”.

Sobre o aeroporto nada mais a ser feito, a não ser deslocar para Petrolina ou descer em Petrolina para vir a Juazeiro. Mas por que precisamos embarcar na rodoviária de Petrolina para irmos a Salvador, por exemplo? Por que melhores empresas estão fazendo linha para Petrolina? Por que o ônibus da Marte (que é a mesma Falcão Real) é mais confortável quando sai de Petrolina?

Um município com mais de 240 mil habitantes, cidade polo para uma dezena de cidades menores, e somente tem uma empresa com destino a Salvador, isso é provinciano demais. A empresa Falcão Real detém a permissão para explorar linhas comerciais em muitas regiões na Bahia.

Sobre o monopólio da Falcão Real, que já foi São Luiz, e que em Petrolina opera como Marte, poderia até concordarmos se ela dispusesse de ônibus confortáveis, que oferecesse um serviço de qualidade, mas a realidade é extremamente dura para os usuários: frota antiga, sucateada, problemas básicos da fala de combustível durante a viagem, falta de segurança.

Recentemente o Estado da Bahia abriu uma licitação, mas não foi a frente, inesperadamente a Falcão Real conseguiu uma liminar parando o processo licitatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *