BAHIA

Após Declarações de Rui Costa, policiais civis ameaçam não trabalhar durante o carnaval, assista o vídeo

Os policiais civil realizaram na manhã de desta terça-feira ), uma Assembléia Extraordinária para discutir e avaliar a paralisação de 48 horas e a apreciação da Reforma de Previdência Estadual, chamada pela categoria de “PEC da Maldade”.

Em um discurso acalorado e emocionado, o investigador e coordenador da UNIPOL, Denilson Neves, disse que não será tolerado o descaso do governador com a categoria. “A polícia civil vai estar na rua, mas vai parecer que não está na rua.Não vamos encaminhar ninguém a central de flagrante nenhuma. A gente não pode deixar que o governador possa tripudiar sobre a gente”, disse Neves.

A fala contrapõe uma declaração do governador feita ontem, em diversos sites, onde o mesmo diz “podem fazer greve de mil dias”, numa referência clara de que não haverá diálogo nessas pautas.

A categoria decidiu fazer uma paralisação de 24 horas, na próxima sexta-feira, 07, em repúdio ao comportamento e as declarações do governador.

O Carnaval

No próximo dia 20, começa o carnaval e a preocupação maior é a sensação de falta de segurança. Sem o monitoramento policial efetivo, sem o registro de ocorrências e sem a ação policia real nas ruas, a segurança da maior festa popular do mundo fica em xeque. Resta saber se até lá haverá entendimento entre as partes.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *