JUAZEIRO

Juazeiro: A outra versão para a cena de homem sendo esfaqueado na av. Adolfo Viana

Em vídeo as duas irmãs Norma Sueli e Nelia, informaram a verdadeira história que ocorreu antes da cena mais pesada de 2020 até agora. Segundo as irmãs, elas e a mãe, uma senhora de 73 anos, foram agredidas por Edson de Souza Matos, 35 anos, que posteriormente foi esfaqueado na avenida Adolfo Viana, em pleno Centro de Juazeiro. Apesar da brutalidade da cena filmada por uma pessoa com um celular, Edson ainda está vivo em estado delicado.

“Eu sou Norma Sueli, uma das vítimas do rapaz que foi esfaqueado na avenida Adolfo Viana próximo ao banco Itaú. Estou aqui para dizer a vocês que o rapaz que esfaqueou, ele salvou três vidas no caso, a minha, de minha mãe uma senhora de 73 anos, e de uma irmã minha, e venho pedir que a população que não conhece a história para não fazer julgamentos precipitados, o rapaz foi buscar e salvar vidas. Ele também foi agredido, massacrado, dentro do prédio por me salvar.

Eu fui jogada da escada de dois andares, fiquei machucada, no entanto foi ele juntamente com uma irmã minha, Nelia, que me salvaram, porque eu saí de lá pelas mãos de Deus, de tantas dores sem poder me movimentar viu tô aqui ainda com os braços roxos, como vocês podem ver, e nem tanto esse rapaz que hoje é acusado de assassino, essa palavra vai ficar com os dois, pelo simples fato, o rapaz que esfaqueou salvou três vidas, a minha, de minha mãe e de minha irmã e o esfaqueado que tava lá no chão me agrediu então ele também é assassino, porque ele me jogou de uma escada, quis me matar.

Então se a gente botar na balança, a gente tem que olhar os fatos para ver quem realmente é o assassino o momento faz a pessoa perderem a cabeça gente, por favor peço ajuda de vocês compreenda a história, não acusa por coisas que você não sabe, procure entender”.

Realmente esse rapaz ele só salvou a gente. Eu não sou de acordo com a violência em momento nenhum. Eu nunca pude imaginar que isso fosse acontecer na Avenida, mas ele realmente salvou a minha vida da minha mãe e da minha irmã. Então gente não fique julgando tanto assim porque eu quero melhora sim, para o marido da minha irmã (Edson de Souza Matos) porque eu não eu não desejo mal para ninguém. Sabe quero que ele venha volta a ter sua vida normal e que ele reflita sobre o que ele fez, porque ele também cometeu um ato de muita violência com a gente né e ele também espancou muito esse rapaz.”

Fonte: Blog Vale em Foco

One Reply to “Juazeiro: A outra versão para a cena de homem sendo esfaqueado na av. Adolfo Viana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *