JUAZEIRO SAÚDE

Profissionais da saúde em Juazeiro (BA) se negam a trabalhar no interior do município sem EPI’s

Vários leitores encaminharam fotos e vídeos na manhã desta segunda-feira (13) da aglomeração ao lado da sede da Secretaria Municipal de Saúde, no Shopping Águas Center, e depois confirmou-se que são os funcionários da saúde em Juazeiro que estão se negando a trabalhar no interior do município sem os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual).

É grande, neste momento, a movimentação ao lado da Secretaria Municipal de Saúde. Os profissionais de saúde alegam que estão indignados com a gestão municipal e suas ações de enfrentamento ao Covid-19. Eles argumentam que estão aguardando a presença da secretária de saúde Fábio Ribeiro para negociar. A categoria já tinha encaminhado ofício à titular da pasta com as devidas reivindicações. Confira:

Ilustríssima Secretária Municipal de Saúde do Município de Juazeiro-BA, Senhora Fabíola Ribeiro.

Em virtude da situação epidemiológica atual do município de Juazeiro, no contexto da pandemia de covid-19, nós, servidores que prestamos atendimento nas Unidades Básicas de Saúde da zona rural, com o intuito de salvaguardarmos nossa saúde, dos nossos familiares, e no anseio de continuarmos prestando serviço adequado à comunidade, trazemos uma lista de reivindicações para que sejam contempladas com a máxima urgência. As referidas reivindicações tratam especialmente do risco ao qual estamos submetidos mediante o processo de transporte vigente dos trabalhadores até seus postos de trabalho. Ressaltamos que, em decorrência da urgência de resposta e em conformidade com as medidas de isolamento social, não foram coletadas assinaturas. No entanto, estão aqui representados dezenas de servidores, envolvendo médicos, enfermeiros, odontólogos e técnicos da saúde, que se reuniram e realizaram discussões por meio virtual.

Seguem as reivindicações:

• Higienização dos carros diariamente com desinfetante adequado.

• Não haver mais rodízio de carros nem de motoristas.

• Não juntar profissionais de equipes diferentes em um mesmo veículo.

• Não utilizar os carros destinados ao transporte das equipes de saúde em outras atividades.

•EPI’s adequados e em quantidade suficiente, para que possam ser utilizados também durante o trajeto e não apenas no ambiente de trabalho.

• Retorno do auto-gerenciamento, para diminuir a lotação dos carros e o consumo de EPI’s.

• Treinamento dos motoristas quanto às medidas de higienização dos carros e auto-cuidado.

• Testar todos os profissionais da saúde para a Covid-19.

• Cota semanal de combustível para os profissionais que desejarem fazer o deslocamento até seus postos de trabalho em veículo próprio.

Certos do vosso engajamento e dos cuidados para com os profissionais da saúde, solicitamos resposta para todos os itens pontuados em até 24 horas.

Fonte: RedeGN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *