JUAZEIRO

Secretaria Estadual de Saúde e Hospital Regional são alvos de denúncias em Juazeiro (BA)

O médico Franclen Carvalho fez críticas à secretaria de Saúde da Bahia que tenta contratar novos médicos para o combate ao Covi-19, mas esquece da categoria que está com os salários em atraso, inclusive, no Hospital Regional de Juazeiro.

“A secretaria estadual de saúde abriu edital para convocação de médicos para atuar contra o COVID-19, e segundo o secretário Fábio Vilas Boas poucos médicos se inscreveram. Pois bem, o mesmo tenta instigar a população contra a classe médica, porém esquece de falar que a Sesab não vem honrando com seus compromissos” pontuou Franclen.

E acrescentou “os profissionais do Hospital Regional de Juazeiro até hoje não receberam salário, e até agora não deram previsão. Muitos outros hospitais estaduais da Bahia os profissionais estão sem receber. O secretário abriu uma seleção para contratação de médicos em regime precário, como Pessoa jurídica (PJ), tal vínculo não dá qualquer garantia ao trabalhador. Em caso de contaminação, o mesmo é afastado e não tem direito a atestado médico. O governo da Bahia deveria propor um contrato CLT, com todas as garantias trabalhistas. Tá na hora da Sesab respeitar os profissionais de saúde que estão na linha de frente contra o COVID na Bahia” expressou o médico que também é assíduo leitor deste noticioso.

Prorrogadas as inscrições para médicos interessados em atuar nas UTIs das unidades Covid-19 da Bahia

No último dia 19, a Sesab prorrogou as inscrições para a seleção. Confira: Foram prorrogadas até o dia 25 de maio as inscrições para médicos de todo o Brasil interessados em atuar nas UTIs das unidades de referência e retaguarda para o coronavírus (Covid-19) em território baiano. O formulário deve ser preenchido por meio do site da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (www.saude.ba.gov.br/medicocovid19). São 400 vagas distribuídas entre diaristas, plantonistas e coordenação, com início imediato. Até o momento, cerca de 250 profissionais fizeram o cadastro.

A convocação visa contratar médicos com experiência, sendo especialistas nas áreas de medicina intensiva, anestesiologia, pneumologia, cardiologia, cirurgia, clínica médica ou especialidades afins. As vagas abrangem todo o território do estado da Bahia.

As contratações se farão através das Organizações Sociais gestoras das unidades hospitalares ou por empresas. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelo número (71) 99662-4661 (WhatsApp).

Sobre o pagamento do Hospital Regional de Juazeiro

Uma funcionária que pediu para não ser identificada faz relato dramático dada a falta de pagamento dos salários e dos equipamentos para enfrentar a Covid-19. Veja:

“Venho aqui encarecidamente escrever minha indignação, como sou funcionária do hospital hoje já são dia 21/05 e estamos com salários atrasados. Como podemos ser linha de frente sem pagamento, estamos colocando nossas vidas em jogo para nada? E fora a ajuda de custo que o governador falou para quem está na linha de frente. As roupas que usamos já estão se desgastando, temos que ficar com uma máscara até seis horas suando e suja, depois de seis horas é que podemos trocar. Um absurdo isso, e fora nosso pagamento que ninguém diz nada!”

Por conta da Rede PE-BA, o Hospital Regional de Juazeiro é a unidade de referência para a Covid 19, e atende cerca de 55 municípios da Região Norte e do Sertão de Pernambuco.

No último boletim encaminhado a Rede GN a direção do Hospital Regional de Juazeiro informou que “mantendo uma rotina de ações de prevenção e orientação ao combate ao novo coronavírus (Covid-19) os funcionários de todos os setores continuam sendo treinados com relação à higienização e uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para diminuir o risco de contágio pela Covid-19. Além disso, a distribuição de EPIs ocorre para trabalhadores de todo hospital, de acordo com suas funções”.

Amanda Virgínia Lopes, enfermeira do hospital, garante que sempre houve um cuidado da direção com todos os funcionários e pacientes e nesta fase de pandemia não está sendo diferente.

“A direção tem sido bastante cuidadosa também nesse período de enfrentamento ao Covid 19, o esforço é notório para abastecer e suprir as necessidades do hospital, principalmente no que diz respeito a equipamentos de proteção individual, EPI’s. A atenção com nós funcionários é diária e rigorosa, desde o início do plantão, quando nossa temperatura é verificada, até a entrega dos EPI’S, para a paramentação adequada para iniciarmos nossas atividades”.

O diretor médico e de Ensino e Pesquisa do HRJ, José Antônio Bandeira, afirma que a unidade se alinhou desde o primeiro momento da pandemia da Covid-19 as orientações técnicas da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS).”Inúmeras medidas foram tomamos aqui no hospital visando a prevenção coronavírus. Criamos o Comitê Interno de Enfrentamento ao Covid-19, que atua na prevenção, orientação e combate à epidemia  e passadas informações: área exclusiva para pacientes com suspeita de contaminação pelo vírus, fluxos de acessos, uso de máscaras, orientações pós-alta com os esclarecimentos sobre o período de isolamento, dentre outros pontos importantes. O Comitê é responsável para atender as demandas da SESAB e criar fluxos, rotinas e treinamentos para enfrentamento ao Covid-19, além de distribuição de EPI’s, orientações e outras medidas”, informou José Antônio Bandeira.

Deixe uma resposta