JUAZEIRO POLÍTICA SAÚDE

Juazeiro: Infectologista perde espaço para o Marqueteiro na luta contra o covid-19

Indo de encontro com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e dos próprios decretos ora publicados para impedir a expansão da infecção do Novo Coronavírus (Covid 19), o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim (PT) e a secretária de Saúde, Fabíola Ribeiro, se destacam na divulgação das ações e nas reuniões com as instituições no enfrentamento a pandemia, ao contrário do infectologista, Washington Luiz, que a população juazeirense só ficou sabendo que o médico faz parte do Comitê de Enfrentamento de combate ao vírus, quando em suas redes sociais divulgou um vídeo e ao ser nomeado para um cargo dentro da SESAU.

Já que médico infectologista Washington quase não aparece nas fotos das reuniões e tão pouco participa das Lives e entrevistas dadas pelo prefeito ou pela secretária de saúde, parece ser claro que ele é somente uma peça de marketing. Diante das aglomeradas reuniões da prefeitura e as idas e vindas nas decisões atabalhoadas, parece que a opinião do médico não é levada em consideração na hora de decidir sobre as políticas de enfrentamento a pandemia.

É de conhecimento geral que, antes de fazer a reabertura do comércio foi feita uma pesquisa para avaliar se era bom ou ruim politicamente, e se a população aprovava as aparições do prefeito na imprensa.

O prefeito decretou o toque de recolher num horário que não havia circulação de pessoas, simplesmente para mostrar “serviço”, ao governador Rui Costa, pois a ação não tem objetivos claros e avaliativos. Em seguida, no dia 05, Paulo Bonfim baixou um decreto proibindo a queima de fogos e o tradicional acendimento de fogueiras, tão comuns especialmente no período junino, “como forma preventiva e para proteger a população das doenças respiratórias que costumam lotar os hospitais nessa época do ano em decorrência dos males causados pela fumaça, além das queimaduras”.

Mas como a prioridade é garimpar eleitores, novamente o marqueteiro foi ouvido e desprezado o infectologista. Levantamento feito, percebeu-se que a medida de proibir as fogueiras era impopular, por isso na quarta-feira (10), cinco dias depois de proibir a queima das fogueiras, o prefeito muda de ideia, e flexibiliza a queima de fogos e o acendimento de fogueiras. Segundo ele, a pedido das Associações de Moradores, representadas pelo presidente da Federação Chico Bito.

E assim caminha a Juazeiro, rumo a lugar nenhum, quando a principal pessoa a ser ouvida para serem tomadas as decisões que podem custar a vida da população, é um marqueteiro que tem como objetivo principal, a perpetuação seu grupo político no poder.

One Reply to “Juazeiro: Infectologista perde espaço para o Marqueteiro na luta contra o covid-19

  1. INFELIZMENTE ISSO ESTÁ OCORRENDO PORQUE O GRUPO POLITICO ATUAL NÃO CONHECE A CAPACIDADE DE DR. WASHINGTON. CONHEÇO E SEI O QUANTO É CAPAZ DE TOMAR AS DECISÕES NECESSÁRIAS PARA O ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA. NÃO PODEMOS DEIXAR DE DAR UM BASTA NESSA ADMINISTRAÇÃO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.

Deixe uma resposta