JUAZEIRO SAÚDE

Continuaremos propondo, estudando, orando e vigiando durante a covid-19

Por Carlos Neiva

Depois de aproximadamente 100 dias do primeiro caso de Covid-19 na nossa cidade, infelizmente não vimos as medidas e atitudes corretas serem tomadas pela gestão municipal.

Ao longo desse tempo, vimos medidas tímidas e desarticuladas, para não usar outro termo, por parte da gestão do município. Como de nosso costume, buscamos ler, estudar e ouvir especialistas para poder nos pronunciar com equilíbrio e de forma propositiva.

Agindo assim,durante este período, fizemos diversas proposições para a prevenção, combate e tratamento da Covid 19, a saber:

1. Criação de barreiras sanitárias efetiva, na BR 235, BR 407 e na BA 210;
2. Distribuição organizada e sistemática de máscara e álcool em gel;
3. Trabalho efetivo de educação e conscientização da população;
4. Treinamento para os profissionais de saúde e aquisição de EPIs adequados ao enfrentamento do Coronavírus;
5. Ação sanitária efetiva e eficaz no mercado do produtor;
6. Ação fiscalizadora e de orientação nas feiras livres, instituições bancárias, lotéricas e grandes atacadistas;
7. Disponibilização de protocolo para a prevenção e o tratamento na rede pública de saúde, como está acontecendo com êxito na rede privada;
8. Promover a integração de ações das pastas da Gestão Municipal, com foco em potencializar a prevenção e tratamento da Covid-19;
9. Criação de política de incentivo fiscal para as empresas legalmente constituídas, através da redução de IPTU, ISS, ALVARÁ, CONTA DE ÁGUA E TAXA DE LIXO, bem como ajuda financeira aos profissionais autônomos e ambulantes;
10. Viabilização de novos leitos de UTI, com os necessários respiradores artificiais, além da realização de testes em massa na população;
11. Implantação do hospital de campanha;
12. Estabelecer medidas sérias e técnicas, para retomada segura das atividades comerciais, com todas as precauções com a saúde da população e evitando um número ainda maior de mortes dos empregos e das empresas, o que poderá nos levar a um caos econômico e social sem precedentes.
Seguiremos propondo novos caminhos, estudando o tema, vigiando e orando com a clara intenção de contribuir para salvarmos vidas, empregos e empresas.

Nunca antes percebi ser tão necessário o bom senso e a dose correta nas nossas ações e crenças. A hora pede diálogo, colaboração e jamais imposição.

Que Deus, proteja a todos nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *