JUAZEIRO POLÍTICA

Justiça manda apagar postagem com acusação falsa ao Coronel Anselmo

Acatando um pedido da coligação “Juazeiro Daqui Pra Frente”, o Juiz da 48ª Zona Eleitoral, Cristiano Queiroz Vasconcelos  determinou neste sábado (24) que  Carlos Humberto de Goes Santiago, conhecido por “Lelego”, apague as postagens feitas pelo WhatsApp em que chama o Coronel Anselmo Bispo de “caloteiro” alegando que ele deve IPTU à prefeitura de Juazeiro. O descumprimento acarretará multa de cinco mil reais.

A coordenação jurídica da Coligação provou que  a postagem era falsa e que, portanto, tinha o único objetivo de manchar a imagem do candidato atribuindo a ele uma imagem que não corresponde à verdade. O juiz eleitoral alertou que a configuração de crime contra  a honra pode resultar em ação penal.

“Esse é o tipo de postagem que quer colocar as pessoas de bem no mesmo saco das desonestas. Não vão achar no meu CPF nada relativo a estelionato, improbidade administrativa, enfim, nada que desabone a minha honestidade”, Comentou o Coronel Anselmo.

A Coligação “Juazeiro Daqui Pra Frente” ressalta que estará atenta a qualquer manobra dos adversários que vise confundir o eleitor e que as fake news serão combatidas incansavelmente  na justiça.

Assessoria Coronel Anselmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *