JUAZEIRO POLÍTICA

Suzana Ramos e Leonardo Bandeira e os grandes desafios de governar Juazeiro nos próximos quatro anos

Passadas as eleições, a prefeita eleita de Juazeiro, Suzana Ramos e seu vice Leonardo Bandeira têm agora à sua frente grandes desafios. O primeiro deles é a de montar uma equipe de governo com a  missão de conciliar critérios técnicos e políticos, e como são dois critérios que em um cenário político não são excludentes entre si, deverão buscar a formação  de um time híbrido, sem abrir mão de ambos.

Mas, talvez o mais desafiador não seja a questão dos critérios, afinal a prefeita foi eleita em uma das maiores coalizões políticas da história de Juazeiro, e como sabemos, quanto maior a grupo ou a coalizão, maior é o comprometimento do eleito com a ocupação de espaços no governo, que também inclui possíveis convocação de vereadores eleitos ou reeleitos visando a articulação de uma boa base aliada na Câmara Municipal que garanta ao chefe do executivo a tão necessária governabilidade,  que, entre a economia e o social, inclui, necessariamente, a estabilidade na conjuntura política que permita ao gestor executar com tranquilidade o seu programa de governo. Mas, nada que uma adequada articulação não resolva para o início do governo.

Uma vez colocando o pé no governo, evidentemente que todos os setores são igualmente importantes e merecerão atenção da prefeita e sua equipe, mas não há como não destacar que alguns setores deverão exigir em algum momento um atenção especial, senão vejamos:

SAÚDE – Mais do que nunca, este setor tem estado e grande evidência, afinal vivemos um momento extremamente delicado e perigoso quando o mundo passa por uma pandemia, trazida por um vírus letal e desconhecido, que vem espalhando medo, dor e morte, e exigindo dos gestores públicos ações de prevenção e combate à doença Covid-19 causada pelo vírus. Há políticas e ações em andamento implantadas pela atual gestão, equipes, questões hospitalares, recursos humanos e materiais, verbas, que não podem ser interrompidas pela solução de continuidade, mas que certamente devem passar por ajustes no sentido de torna-las o mais eficiente possível.

SOCIAL – Por ter formação em serviço social a prefeita eleita conhece bem as dores do setor no qual vem militando como profissional e depois com atuação política na Câmara de Vereadores, posições onde suas ações são limitadas por não ter o poder da decisão e da execução, o qual passa a ter agora por força do mandato de chefe do executivo municipal, com o qual deverá estar atenta à população menos favorecida, em especial a parcela que foi duramente atingida pelos efeitos da pandemia que causou desemprego, doenças e certa desestruturação social.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – A economia de Juazeiro sempre foi relacionada ao agronegócio, que felizmente continua pulsante, mas outros setores parecem ter sido relegados a segundo ou terceiro plano, como é o caso do setor de  comércio e serviços, que teve alto índice de empresas fechadas em consequência dos efeitos da pandemia, e o setor da indústria que parece ter sido mesmo abandonado, basta ver a situação precária do distrito industrial, sem nenhuma infraestrutura, cenários que vão exigir da prefeita e sua equipe de governo, urgentes ações que possam recuperar a capacidade de prospecção de novos investimentos com vistas a  reaquecer esses setores, e assim, gerar emprego e renda, que por extensão minimiza os danos sociais.

Em linhas gerais, nos últimos quatro anos foi impossível não ter sido notado, até mesmo pelo cidadão comum, o declínio que vem sofrendo o desenvolvimento econômico da cidade, que torna maior ainda o desafio do novo governo para trazê-lo ao ciclo virtuoso outrora vivido, mais especificamente entre 2009 e 2016.

COMUNICAÇÃO – A eleição de um prefeito agrada a uns e a outros não. A prefeita eleita Suzana Ramos obteve uma expressiva votação, mas não a unanimidade, portanto deverá estar atenta para prováveis investidas de uma oposição  que não estará apenas na Câmara de Vereadores, e poderá vir também de alguns setores da imprensa, o que exigirá boas estratégias de gerenciamento de crise para esse setor.

Desafios não faltam, mas a julgar pelo programa de governo e propostas defendidas em discursos e entrevistas e pelos compromissos assumidos pela prefeita Suzana Ramos e seu vice, Leonardo Bandeira, o que se espera é que todos sejam superados, que a promessa de uma nova era se materialize e a população de Juazeiro possa viver dias melhores.

Fonte: Caderno de Politica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *