Sem categoria

CODEVASF: futuro da Bahia e do Brasil

Aproveitando a chegada do nosso presidente Jair Bolsonaro a vizinha cidade de Sobradinho, nesta segunda-feira (05), para a inauguração da Usina Fotovoltaica de grande importância para a nossa região, em razão de sermos abençoados com raios solares durante quase todo ano.

Aproveitamos para falar sobre a CODEVASF (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba), principalmente a nossa Região Norte da Bahia, que no momento já alcança vários estados inclusive o Maranhão e também a várias Bacias de Rios da Amazônia, Rio Grande Norte e Paraíba como um novo projeto de Lei a 6º Superintendência deve alcançar até 126 municípios da Bahia alcançando a Bacia do Paraguaçu.

Infelizmente a Codevasf vem sendo utilizada de forma equivocadas pelos políticos, a 6º Superintendência tem maior acervo técnico em engenharia, conforme pronunciamento do ex-presidente. A instituição tem sobrevivido para fazer o desenvolvimento da sua área de competência, graças as emendas parlamentares, que tornou-se uma armadilha para a má utilização das políticas públicas, pois alguns parlamentares quando destinam as emendas visam fazer politicagem e não a aplicação corretas dos recursos públicos. Um outra questão, é que a indicação dos superintendentes é feita indicação política.

O que fazemos com esta grande estrutura, custeada com dinheiro público?

Devemos partir para elaborar um Plano Diretor com o propósito de modernizar e organizar os projetos, partindo para uma Regularização Fundiária priorizando a regularização dos lotes e áreas empresarias, (emitindo as escrituras Públicas), fortalendo os irrigantes.

Em paralelo, deverá desenvolver um projeto de Revitalização do São Francisco buscando (PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico Das cidades ribeirinhas), ver com prioridade a expansão do Projeto Salitrão, como o levantamento de Bacia do Rio Salitre tentando da sustentabilidade o médio e alto salitre com barragens de contensões.

Com áreas em grande produção, precisamos estudar a viabilidade da construção de outro Mercado do Produtor de Juazeiro, que atenda o produtor, sem desconsiderar o atravessador como um mal necessário, modernizando a organização comercial para chegarmos com mais solidez ao mercado Internacional, já que produzimos frutas de excelências.

No passado recente, a Codevasf tinha como slogan “Virar a Página”, que representava o cenário de sequeiro sendo mudado para uma realidade mais produtiva e com crescimento econômico.

Todos juntos por uma Codevasf mais forte!

Valdemar Borges – Consulplan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *