BRASIL JUAZEIRO

Prédio residencial desaba em Fortaleza e causa ao menos uma morte

Um prédio residencial desabou na manhã desta terça-feira (15) no Bairro Dionísio Torres, área nobre de Fortaleza. O vídeos mostram o momento exato do desabamento e a movimentação de rua ao lado da construção.

Um boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros às 13h42 listou:

  • 1 morto
  • 7 resgatados com vida
  • 2 em operação de resgate (em contato visual com os bombeiros)
  • 10 desaparecidos (segundo familiares)
Prédio desaba em Fortaleza: veja imagens e o que se sabe
Prédio desaba em Fortaleza: veja imagens e o que se sabe

O que se sabe até agora

  • Edifício Andréa desabou às 10h28
  • Uma morte foi confirmada
  • Ao menos sete pessoas foram resgatadas com vida (entre elas, estão uma mulher de 60 anos, um homem de 72 e um jovem de 20)
  • Ruas no entorno do edifício foram bloqueadas
  • O prédio ficava no cruzamento na Rua Tibúrcio Cavalcante com Rua Tomás Acioli
  • O edifício estava a 3 quilômetros da Praia de Iracema, região turística da capital cearense.

Testemunhas relatam que viram moradores dentro do edifício Andréa no momento do desabamento. Logo após a construção ruir, pessoas foram vistas correndo para longe do condomínio. A nuvem de poeira formada pela queda do prédio pode ser vista no vídeo acima.

Uma ex-moradora do prédio contou  que a construção é de mais de 40 anos e passava por reforma. A estrutura tinha sete andares e dois apartamentos por andar, segundo ela.

Um vídeo feito no condomínio nesta segunda-feira (14) mostra a situação precária das colunas de sustentação do edifício. Segundo o relato de testemunhas, o prédio estava em obras. Em um grupo de WhatsApp, moradores relataram preocupação com reforma realizada no local.

Feridos ligam para bombeiros dos escombros

Bombeiros afirmaram ter recebido ligações de pessoas sob os escombros. O trabalho de resgate foi iniciado com base nas informações repassadas por familiares. Cães farejadores foram levados ao local para ajudar nas buscas por vítimas.

Fonte: G1/Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *