JUAZEIRO

Embarcação que seria reformada para ser restaurante em Juazeiro será levada para Petrolina

Nesta sexta-feira (01) foi concluída a retirada da embarcação que estava ancorada há anos na Área de Preservação Permanente (APP) na orla da cidade de Juazeiro-BA.
O processo para retirada contou com notificações e multas lavradas pela Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano, mas com a não realização foi preciso a Prefeitura Municipal de Juazeiro acionar o Ministério Público para que os responsáveis pudessem cumprir a determinação.
Para o secretário da SEMAURB, Jadson Barros, a saída da embarcação é um marco para a cidade. “A embarcação estava há anos ancorada e além de proporcionar insegurança para as pessoas que usam a orla para caminhada ou contemplar a beleza do Rio São Francisco, proporcionava ainda um cenário de não beleza contradizendo com o que representa a nossa Orla, as margens do velho Chico. Agora a embarcação voltou para seu lugar de origem. O lugar dela é no Rio”, concluiu.
De contrapartida, a cidade deve perder mais de 40 empregos que seriam gerados de forma direta ou indireta com a reforma de cerca de 2 milhões de reais. Em contato com o proprietário da barca, o mesmo informou que a barca seria reformada e transformada em um restaurante na beira do rio para se tornar mais um atrativo na orla de Juazeiro.
O empresário ainda falou um pouco sobre as dificuldades encontradas para iniciar a reforma da barca, citou como exemplo a energia que foi conseguida apenas após entrada na justiça e licença para utilizar o local para fazer a reforma.
A embarcação Costa e Silva deve ir para o lado de Petrolina, onde o projeto do empresário foi abraçado pelos representantes da cidade e tomou outras proporções se tornando três vezes maior do que o projeto apresentado na cidade baiana, infelizmente quem perde é Juazeiro.
O Blog Vale em Foco teve acesso ao projeto da barca que seria instalada na orla de Juazeiro para incrementar a obra do Parque Fluvial, veja:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *