JUAZEIRO

Câmara outorga título de cidadã juazeirense a Mônica Ishikawa

Por iniciativa da vereadora Valdeci Alves, a Câmara de Vereadores concedeu o título de cidadã juazeirense a engenheira agrônoma Monica Ishikawa.  Pesquisadora e neta do fundador da Cooperativa Agrícola de Cotia, consultora, autora de livros e conferencista com experiência internacional, diretora de empresas públicas e particulares, radicada em Juazeiro há 34 anos.

A homenageada é sem sombra de dúvidas uma das grandes responsáveis pelo desenvolvimento agrícola do Vale, com participação em inúmeras cooperativas e associações de produtores, viaja pelo mundo ministrando cursos e prestando consultorias.

Quem é Mônica Ishikawa?

Mônica nasceu em São Paulo (capital), filha de Etsusaburo Ishikawa e Mituco Mori Ishikawa, neta de Turuki Mori, fundador da extinta Cooperativa Agrícola de Cotia. Casou-se com Ademar Virgolino da Silva Filho, com quem construiu uma linda família de três filhos, sendo um mineiro, uma paulista e uma pernambucana. Mora em Petrolina desde 1985, mas a maior parte da vida profissional foi em Juazeiro.

A vinda para o Vale do São Francisco aconteceu mediante a contratação de seu esposo pela Cooperativa Agrícola de Cotia. Mônica formou-se em agronomia pela Famesf em Juazeiro, e após a conclusão do curso foi trabalhar na Cooperativa Agrícola de Cotia, prestou relevantes serviços na Univasf de Juazeiro, como também teve a oportunidade de elaborar muitos projetos dos cooperados do município de Curaçá que passou a ser chamado de CAJ.

 A vontade de crescer profissionalmente não parou e, então, buscou conhecimento, participou e organizou diversos eventos, palestras, publicações, livros e relatórios técnicos. Fez cursos de outras línguas, mestrado em Defesa Sanitária Vegetal na UFV – Universidade Federal de Viçosa em Minas Gerais. Mônica trabalhou no setor de supervisão das frutas do Vale do São Francisco de Juazeiro e Petrolina, prestou serviços ao Instituto de Economia Agrícola no projeto de estudo da manga para exportar para o mercado japonês. De 2010 a 2015 ela teve a oportunidade de ir trabalhar fora do país, em Holanda, onde ficou responsável pela gerência do escritório do ITEP em Rotterdam. Hoje Mônica presta consultoria a diversas empresas públicas e privadas.

 É a 1ª secretária da Associação da Instância de Governança da Região Turística Sol, Águas e Vinhos Vale do São Francisco. De 13 de julho de 2018 a 27 de fevereiro de 2019 atuou como diretora do Centro de Excelência em Fruticultura do Sistema CNA/Senar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *