PETROLINA POLÍCIA

Homem abordado pelo 2º BIEsp de Petrolina em evento do Novembro Negro afirma que não foi agredido por policiais

Ainda sobre a abordagem da equipe do Batalhão Integrado Especializado (2º BIEsp) de Petrolina a um suspeito, no momento em que acontecia um ato em comemoração ao Novembro Negro no bairro Rio Corrente em Petrolina, que resultou na detenção do vereador Gilmar Santos (PT) e mais dois integrantes do movimento, o repórter César do Lau, apresentador do programa Patrulha 98 da Petrolina FM conseguiu localizar o homem abordado, que preferiu não ser identificado para contar a sua versão dos fatos.

Ele afirma que assistiu as apresentações relacionadas a consciência negra e que foi abordado pelos policiais durante o evento, mas que não chegou a ser agredido pelos policiais.

“Fizeram uma denúncia contra mim, mas nem sabia disso e do que se tratava, a abordagem foi legal, não me agrediram e me explicaram porque eu estava sendo abordado”, afirma.

O homem relata ainda que em nenhum momento os policiais foram racistas ou usaram qualquer tipo de palavra que ocasionasse preconceito.

“Não fui agredido moralmente e não existiu racismo, não me chamaram de negro e se isso tivesse ocorrido eu falava a verdade”, complementou.

Fonte: Blog Edenevaldo Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *