BRASIL

Homem ‘comido vivo’ por larvas já tirou mais de 100 da cabeça; vídeo

Mais de 100 parasitas foram retiradas da cabeça do pedreiro Evaldo Araújo Chaves no tratamento que está sendo realizado em São Paulo.

De acordo com a mulher do pedreiro, as feridas causadas pelas larvas já estão em fase de cicatrização e ele permanecerá se tratando no posto de saúde de São Bento até a próxima segunda-feira (03/02/2020).

No último sábado (25/01/2020), o pedreiro teve alguns parasitas retirados, mas não foi o bastante.

“Quando foi de noite, retirei a faixa porque estava sangrando muito e percebi outros buracos na cabeça dele, que não existiam antes”, contou a esposa, Quesia Andrade Alves, 25.

Após ser atendido em hospitais públicos, Evaldo precisou ser transferido para a capital paulista.

“A pessoa mora aqui [em Praia Grande] e tem que ir para São Paulo porque se não morreria sendo comido vivo”, desabafou a mulher.

Secretaria de Saúde informou que, nesse caso, não é recomendado a internação, pois pode contrair uma infecção. “É necessário compreender que o caso requer um tratamento, não podendo ser solucionado de uma só vez”, informou.

Confira o vídeo:

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *