BRASIL

MAIO LARANJA O que isto lembra a você?

O mê de Maio nos traz várias datas que lembram o afeto e o amor- temos o dia das Mães, o dia da Família- Então é disso que vamos continuar falando: de Amor, Cuidado, Atenção e Proteção. Pois é um mês também alusivo ao combate a Abuso Sexual Infantil.

É um problema a ser abordado durante o ano todo, mas no mês de maio traz essa abordagem com mais destaque, a fim de alertar contra esse perigo.

E isso significa que é um assunto para se tratar apenas nesta temporada? Não! É simplesmente uma forma de chamar a sua atenção para algo tão importante, mas que deve ser tratado com a importância devida durante o ano todo, todos os dias, 24 horas. E no atual momento, requer uma atenção especial, em função do isolamento social.

ENTENDA. IDENTIFIQUE E PROTEJA

Violência sexual infanto-juvenil – É todo e qualquer gesto que invade a sexualidade e é usado para o prazer de um adulto. Ainda que sejam práticas impostas ou aceitas pelo menor de idade.

Podem ser alguns sinais:

  • Crianças muito agressivas e extremamente antissociais;
  • Ansiedade excessiva;
  • Crianças que frequentemente chegam muito cedo à escola e dela saem tarde (num esforço demasiado de escapar da situação do lar);
  • Crianças com grande dificuldade de concentração na escola;
  • Crianças com medo de adultos do sexo oposto ao seu;
  • Crianças com comportamento aparentemente sedutor com pessoas adultas do sexo oposto ao seu;
  • Crianças com sérias alterações do sono, presença de pesadelos e conversas durante o sono (como em geral os abusos são feitos na cama, se estabelece o medo de dormir e sofrer o ataque);
  • Tristeza, abatimento profundo ou choro sem causa aparente;
  • Comportamentos sexualmente explícitos (ao brincar demonstra conhecimentos sobre sexualidade inadequados para a idade);
  • Tentativas de suicídio;
  • Autoflagelação.

A VIOLÊNCIA SEXUAL

Pode se dar de duas formas:

Abuso sexual- Quando não envolve retribuição econômica. É a utilização do corpo de uma criança ou adolescente para a prática de qualquer ato de natureza sexual ou de prazer.

Exploração sexual- Envolve a obtenção de lucro financeiro ou de outra espécie, em troca da utilização sexual de criança e adolescentes. Essa exploração pode

acontecer em redes criminosas de prostituição, pornografia, tráfico e turismo sexual.

NÃO SEJA OMISSO

Existe uma falsa interpretação de que todo abuso se apresenta de forma agressiva para a criança. Todavia, a realidade não é bem assim. Na maioria dos casos, o abusador o faz através do convencimento, da sedução, das trocas, e de toques abusivos disfarçados de afeto. A criança não sabe se defender sozinha. Principalmente nesses casos, não encontra forças nem direção a se tomar diante da situação, ela se vê simplesmente perdida e acuada.

O adulto que é para oferecer proteção, em muitos casos acontece o contrário, é a imagem de escuridão e dor, é a própria representação que ela tem de causador de traumas.

O QUE O MAIO LARANJA TEM A VER COM VOCÊ E COM O SEU FILHO?

Diante do número crescente de casos de abuso, violência e exploração sexual nos últimos tempos é imprescindível a atenção de todo cidadão. Seja pai, mãe, parente, profissional da área ou não.

Na convivência entre pais e filhos ou com qualquer adulto que é responsável ou cuida de nossas crianças e adolescentes, mais do que nunca é preciso que haja PROTEÇÃO. Para que não haja mais exploração às nossas crianças, como apresentam os dados.

Que seja convertido em cuidado, o amor da mãe e do pai pelos seus filhos, da avó e avô pelos seus netos, da tia, do tio, da madrinha, do padrinho, da madrasta, do padrastro, de todo e qualquer adulto que tenha em seu ambiente de convivência uma criança ou adolescente.

E é o papel das instituições na defesa dos direitos fundamentais e na proteção de crianças e adolescentes, buscar a conscientização do papel da sociedade, em especial da família na proteção da infância.

Além do fortalecimento entre órgãos e profissionais que atuam na rede de proteção à criança e ao adolescente.

ESTEJA ATENTO

Na quarentena pode correr o risco de um maior número de abusos.

Aumente a atenção e cuidado. Não deixe o seu filho com qualquer pessoa.

Redobre sua atenção quanto ao acesso da internet. É preciso haver um monitoramento do adulto nesses casos, saber o que acessam, com quem se comunicam. Não deixe à vontade e oriente.

COMO AGIR

Acione a rede de apoio!

Denuncie aos canais de denúncia para esse crime. Você pode fazer isso sem precisar ser identificado.

Conselho Tutelar de Petrolina: (87) 3862-9211/ 3862-2022

Plantão (87) 98861-0421

Ministério Público por meio do (87)3866-6400

E o Disque 100.

Você pode ainda falar com um amigo, com uma vizinha, com a professora…Com quem sentir confiança e apoio.

 CASA É LUGAR DE PROTEÇÃO.

O bem maior é quem vive nela!

Cuide dos seus pequenos, não permita que em nenhum momento eles venham a sofrer algum dano causado por um adulto, seja ele quem for.

Se você e sua família se encontrar diante de alguma situação, fale. Peça ajuda!

ABUSO SEXUAL INFANTIL É CRIME!

Previsto no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Para quem comete e para o responsável que vê, mas se cala também.

Simone Alencar da Silva – Assistente Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *