JUAZEIRO POLÍTICA

Eleições 2020: Suzana Ramos pode ser a única mulher a conquistar um mandato nas próximas eleições

Nos últimos anos, o Brasil vivenciou uma progressão no debate público em torno das questões femininas. Temas como assédio, aborto, maternidade e carreira, vem sendo discutidos amplamente na sociedade e ganhando espaço no cenário político. A luta pelo direito das mulheres vem progredindo não só no Brasil, mas em todo o mundo. Alguns avanços já foram conquistados nas última décadas, como o direito ao voto e o direito de serem eleitas. Porém, no que tange a representatividade das mulheres na política, esse debate ainda se encontra muito distante do desejado.

Muitas mulheres ainda têm dificuldades de ocupar cargos de poder, serem eleitas ou terem voz ativa nas tomadas de decisões políticas. Isso acontece devido à exclusão histórica das mulheres na política e que reverbera, até hoje, no nosso cenário de baixa representatividade feminina no governo.

Embora existam cotas eleitorais (lei que assegura uma porcentagem mínima de 30% e máxima de 70% a participação de determinado gênero em qualquer processo eleitoral vigente) esse mecanismo pouco tem contribuído para melhorar a atuação e a chegada das mulheres aos cargos do governo brasileiro. Como dissemos anteriormente, o percentual de mulheres no poder permanece quase o mesmo desde 1940 .

Em Juazeiro, diversas mulheres se candidataram, inclusive no PT – Partido dos Trabalhadores, tem um coletivo com uma candidatura somente com mulheres, fora as demais candidaturas individuais. Mesmo com tamanha força, nas eleições de 15 novembro existe a possibilidade do partido não eleger uma mulher como vereadora.

Na legislatura passada foram eleitas três mulheres, infelizmente a vereadora Cida Gama (PP) passou quase todo o mandato sendo secretária de Desenvolvimento Social, restando para as vereadoras Tia Célia (PTC) e Neguinha da Santa Casa (MDB) exercerem o protagonismo feminismo, o que não aconteceu.

Pelos prognósticos eleitorais, as vereadoras Tia Célia, Neguinha e Cida terão dificuldades em serem reeleitas, e possivelmente não será eleita nenhuma mulher para a Câmara Municipal.

Na história política de Juazeiro nenhum partido de esquerda elegeu uma vereadora ou prefeita, a grande expectativa seria superada esse ano com as diversas candidaturas femininas, mas não há interesse das direções partidárias, ou de quem exerce influência nas eleições, que uma mulher seja eleita.

A ex-vereadora Suzana Ramos (PSDB) pode quebrar um paradigma, e ser a primeira mulher eleita prefeita de Juazeiro, assim como, ela pode ser a única mulher a conquistar um mandato nas eleições de 15 de novembro.

Segundo as pesquisas ela lidera a corrida pela prefeitura de Juazeiro. A primeira pesquisa apontava uma liderança de 42%, já segunda pesquisa publicada na semana passada, ela aumentou a liderança para 49%, 30 pontos percentuais na frente do segundo colocado, o prefeito Paulo Bomfim (PT).

José Carlos Soares
Estudante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *