JUAZEIRO POLÍTICA

Prefeito de Petrolina anuncia duplicação da BR-407. Cadê a travessia urbana de Juazeiro?

Em reunião nessa sexta-feira (30) com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o prefeito Simão Durando anunciou a duplicação da Avenida Honorato Viana, BR-407 em Petrolina (PE),

“Serão mais de 11km de duplicação. Vai começar na descida da ponte no sentido de quem vem de Juazeiro, no viaduto, passa no HGU e UPA, chega  no contorno da Gontijo será construído um grande viaduto com alças para facilitar o trânsito. Então segue pela Cohab Massangano, um trecho já está duplicado, mas aquela marginal com paralelepípedo vai ser toda pavimentada. Chegando no contorno da Asa Branca que é muito largo, vai ser encurtado para o Centro , vão surgir várias alças para facilitar, depois desse contorno, a duplicação segue até depois do Burrinho”, explicou Simão.

O prefeito também destacou que o objetivo é construir um anel viário na cidade.  “Será uma obra que vai impactar aqueles bairros João de Deus, Cosme e Damião, Quati, Jardim São Paulo, e ali vai interligar com a duplicação da Avenida Mário Rodrigues Coelho, e depois interligar com outra obra que estamos correndo para realizar que será a duplicação da perimetral, da Transnordestina,  então nós vamos construir um grande anel viário na entrada da cidade”, disse.

O investimento para a obra é de R$ 116 milhões. A licitação já foi feita e a abertura das propostas será em 21 de julho. Segundo o gestor, após esse processo, a empresa escolhida já poderá iniciar o canteiro de obras.

Enquanto isso Juazeiro vive de promessas.

Em visita ao município no mês de março deste ano, ex-ministro de infraestrutura Tarcísio Gomes. anunciou que o projeto da Travessia estava em fase de conclusão e que a obra seria licitada em maio. “A obra vai acabar com o gargalo no trânsito. No mês de maio vamos fazer a licitação. No segundo semestre estaremos fazendo obra”, garantiu.

Chegamos a julho, que escutamos é o silêncio é ensurdecedor da prefeita Suzana Ramos e do deputado federal Adolfo Viana.

Deixe um comentário