JUAZEIRO

“JUAZEIRO ESTÁ PERDENDO A SUA IDENTIDADE CULTURAL”

A historiadora, atriz, escritora e professora Maria Isabel Muniz Figueredo Pontes, ou simplesmente Bebela, foi convidada para participar da Live pelo Facebook, do Café com Neiva, no final da tarde desta quarta-feira (31/07). Durante o programa Bebela falou do seu lamento, sem saudosismo, da perca de identidade cultural e da efervescência social de Juazeiro.

A jovem historiadora de 90 anos, lembrou da Juazeiro da sua época de criança e da juventude, o quanto a cidade era linda, com opções de lazer, entretenimento e de cultura pujante, que encantava o país inteiro.

“A cidade é uma tristeza, só perdemos as coisas. Juazeiro tinha filarmônicas, clubes diversos, tinha um cais (orla é coisa de mar) que era lindo, as praças estão feias e mal acabadas.”

No ano de 1855 foi construído em Juazeiro um hospital que poucas cidades tinha, a Santa Casa de Misericórdia, como pode o poder público não ocupar o prédio com um novo hospital ou fazer dele um outro espaço para a preservação do patrimônio. No seu processo de reminiscência, Bebela disse que chora com a retirada do cais, não entende porque tiraram o vaporzinho do seu lugar de origem e o estado em que o mesmo se encontra hoje.

Inevitavelmente a comparação maldita para alguns, desonrosa para outros e realista para tantos outros, com a cidade de Petrolina, que é cortada pelo mesmo rio, e que tem destinos e crescimentos diferenciados. Não compreende como Juazeiro perde tantas coisas e Petrolina cresce assustadoramente. Como o políticos de Juazeiro da cidade acabam com as tradições culturais como o carnaval e o são João.

“Juazeiro está perdendo a sua identidade cultural! Os penitentes eram atrações turística, vinha gente do país para conhecê-los. Os congos está desaparecendo, uma tradição centenária. A procissão do Bom Jesus dos Navegantes não existe mais. Por que acabaram? Juazeiro poderia ter no seu calendário o turismo religioso”.

Vivemos momentos de desrespeito a toda tradição cultural, há em curso um projeto de desconstrução da cidade que não valoriza e preserva o patrimônio. Urge que os juazeirenses se unam para impedir a destruição do que ainda resta do patrimônio cultural, social e econômico, como parte de um exercício de juazeiranidade.

Assista a live completa nesse link:

Posted by Carlos Neiva on Wednesday, July 31, 2019

One Reply to ““JUAZEIRO ESTÁ PERDENDO A SUA IDENTIDADE CULTURAL”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *