JUAZEIRO

ISAAC CARVALHO TEM A SUA PRIMEIRA DERROTA POLÍTICA NO PT

Desde que chegou ao Partido dos Trabalhadores (PT) em junho desse ano, o ex-prefeito Isaac Carvalho foi recebido com desconfiança e gerou um clima de muita apreensão nas hóstias petistas de Juazeiro, em razão do histórico nada socialista do recém filiado.

O ex-prefeito esteve filiado ao PC do B, e foi o único responsável pelo quase fim da legenda no país, em razão da malograda candidatura a deputado federal. O PC do B não atingiu a Cláusula de Desempenho ou de Barreira e teve que fundir-se com o Partido Pátria Livre (PPL), buscando   sobrevivência política e para ter acesso ao fundo partidário.

Diferentemente do PC do B, a dinâmica interna no PT exige muitos acordos, diálogos e exaustivas reuniões para se chegar a um possível consenso. No PC do B Isaac Carvalho era quem mandava absoluto, no PT as várias tendências disputam espaços nas instâncias decisórias. Por isso, é muito importante a participação no PED – Processo de Eleições Internas.

No último domingo (08) filiados e filiadas da militância petista foram às urnas em todo País para eleger os presidentes dos diretórios municipais e zonais, a composição dos diretórios municipais e zonais, além de delegações aos Congressos Estaduais e ao Congresso Nacional do PT.

Em Juazeiro, três chapas disputavam a presidência do Partido, a da professora Ana Angélica, a de Suzana Almeida e a de Luiz Félix. Os dois principais adversários, Ana Angélica e Luiz Félix tiveram o apoio de várias lideranças municipal e estadual.

A chapa de Ana Angélica estava muito mais próxima aos desejos de Isaac Carvalho (embora Angélica não seja um Paulo Bomfim) do que a de Luiz Félix, que teve o apoio imprescindível de Gaspar Júnior, pré-candidato a prefeito, e com certeza, a pedra no caminho de Isaac Carvalho para as eleições de 2020.

Ainda que não tenha publicizado a sua preferência ou o seu voto, Isaac Carvalho sai desse processo eleitoral com uma derrota que ele talvez não tenha ainda percebido, com a liderança e a força de Gaspar Júnior demonstrada no processo. Gaspar sai muito fortalecido para a disputa em 2020, disposto a fazer o enfrentamento político que Isaac Carvalho não está acostumado a lidar, – no jogo democrático.

2 Replies to “ISAAC CARVALHO TEM A SUA PRIMEIRA DERROTA POLÍTICA NO PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *