JUAZEIRO

Juazeiro: Adalberto Gonzaga foi morto por que sabia demais?

O ex-Coordenador da Defesa Civil, Adalberto Gonzaga de Carvalho, foi assassinado covardemente na noite de 23 de fevereiro de 2017. Ele foi morto em sua residência, no bairro Piranga, onde morava com a esposa e dois filhos de, respectivamente, 29 e 23 anos. O assassino chegou a derrubar o portão do muro da casa.

Momentos antes de ser assassinado, Adalberto Gonzaga procurou o radialista Waltemário Pimentel, solicitando uma entrevista para denunciar atos de corrupção envolvendo o diretor do SAAE e o ex-prefeito Isaac Carvalho. Segundo consta na denúncia do Ministério Público Adalberto Gonzaga tinha controle para fiscalizar aplicação de verbas oriundas convênios com a Secretaria Nacional de Defesa Civil para abertura de poços artesianos, através da conta 00.073.310-5 SAAE, CNPJ 17.134.904/0001-02, Banco do Brasil, pertencente ao SAAE, no valor de mais de R$ 6 milhões.

Na denúncia consta também que Adalberto Gonzaga não acessou o usou correto das verbas, por isso foi pressionado a assinar documentos, sob coação pelo diretor do SAAE e pelo ex-prefeito Isaac Carvalho, “[…] imperioso pincelar que em oportunidade anterior a esta conversa, o denunciado determinou que o ofendido assinasse documentos atinentes à utilização desta verba o que fora recusado por esta. Isto dito, teria o então gestor municipal, lssac Cavalcante de Carvalho, obrigado o ofendido a assinar os referidos documentos sob coação de perder o cargo”.

Por fim, o mais grave da denúncia é a angústia de Adalberto Gonzaga em saber que estava prestes morrer, e o que o ex-prefeito Isaac Carvalho era responsável direto em acabar com ele, por isso tinha pressa em divulgar os documentos que provariam que houver desvios das verbas para abertura de poços artesianos na zona rural de Juazeiro.

O razoável é não cair no julgamento apressado da denúncia oferecida pelo Ministério Público, como também não é razoável por qualquer razão achar que agentes públicos não possam tido participação na morte de Adalberto Gonzaga.

5 Replies to “Juazeiro: Adalberto Gonzaga foi morto por que sabia demais?

  1. O mais interessante é que esses escrotos assassinos, embolsaram 6 milhões. Os otários que tiraram a vida de um pai de família exemplar, receberam apenas 10 mil reais. Aí vcs vejam o preço de uma vida né!
    Vão perder a liberdade por ninharia, enquanto o assassino Mor embolsou milhões. Odeio essa cambada de assassinos!!!!!

  2. Trabalhei 18 anos com Adalberto, infelizmente ele tinha essa mania de juntar pobres depois ameacar os governos para permanecer com o trabalho já que ele nao era concursado como voces acham que ele se manteve no governo de Joseph, Misael , Isac e Paulo Bomfim , desculpe a redação mas esse rapaz não é tão santo com se entende na materia que tem suas meias verdades, vale lembrar que contra ele também existiam processos por tentativa de assassinato basta pesquisar no Google que terão acesso ao processo .

  3. CONHECIR ADALBERTO, JOGAMOS FUTEBOL JUNTOS INDEPENDENTE DAS MANIAS QUE TINHA NÃO VEM AO CASO DE TIRAREM A VIDA DE UM PAI DE FAMILIA TEM QUE SE FAZER JUSTIÇA ESTES CORRUPTOS TEM QUE SER PUNIDOS .

    CONHECIR ADALBERTO GRANDE AMIGO JOGAMOS FUTEBOL JUNTOS ERA SEMPRE UMA PESSOA ALEGRE
    NÃO TEM NADA A HAVER ESTE COMENTÁRIO SOBRE A CONDUTA QUE ESTE SENHOR FEZ EM RELAÇÃO AO SENHOR ADALBERTO E A VIDA DELE QUE FOI TIRADA E SUA FAMILIA DESAMPARADA E OS CORRUPTOS EM LIBERDADES E A JUSTIÇA SERÁ QUE VAI AGIR CONTRA ESTES ASSASSINOS SR. JOSÉ ROBERTO TENHA MUITO CUIDADOS NAS SUAS PALAVRAS .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *