JUAZEIRO POLÍTICA

Juazeiro: O prefeito fake news

O juiz da Primeira Vara de Fazenda Pública de Juazeiro, José Góes Silva Filho, proferiu na segunda-feira (06), decisão que determinou que o cidadão Ramiro Cordeiro de Souza procedesse a imediata retirada das redes sociais um vídeo onde acusa o SAAE de estar fazendo cortes no fornecimento de água, durante a pandemia do novo coronavírus. A ação foi movida pela Procuradoria Geral do Município de Juazeiro que argumentou que o réu praticou DANO CONTRA O INTERESSE COLETIVO.

 

Na sentença prever ainda que se notifique o delegado de polícia para que conduza imediatamente o réu a delegacia local, para apurar eventual cometimento de algum delito, através de Termo.

 

Uma decisão extemporânea e desnecessária, não sei se o magistrado assistiu ao vídeo produzido caseiramente pelo cidadão, mas nele se vê claramente uma pessoa movida pela indignação, não há má fé ou dolo no interesse em produzir um fato, mas de reproduzi-lo e mostrar indignação em meio a revolta.

 

De qualquer forma o cidadão deveria sim, retirar o vídeo e desfazer o equívoco, porque a sua revolta não dá o direito de produzir uma inverdade sobre qualquer instituição.

 

Mas o que é fake news? Em português, notícias falsas. É usado para descrever esse fenômeno ou a produção de um fato.

 

Tomando o termo da ação da Procuradoria: “DANO CONTRA O INTERESSE COLETIVO”. O prefeito Paulo Bomfim (PT) antes de assumir a prefeitura de Juazeiro, em 2016, já produzia notícias mentirosas ou falsas. Durante uma entrevista a determinado programa de rádio, ele disse que em Juazeiro tinha a primeira UPA no bairro João Paulo II. Fato ou fake?

 

Na mesma entrevista disse que em 2017, Juazeiro estaria completamente saneada. Fato ou fake? Que a saúde seria prioridade em 2017. Fato ou fake? Que iria urbanizar todos os canais de Juazeiro. Fato ou fake? Durante a inauguração da policlínica em 2019, o prefeito disse que no início de 2020 faria uma nova orla e a duplicação da BA 2010. Fato ou fake? Em Juazeiro já existia uma  Escola Estação do Saber. Fato ou fake? As diversas placas nas obras com datas para término em datas muito antes de 2020, seria um fake?

 

MAS NÃO É FAKE, É FATO. Que o SAAE contratou uma empresa por 55 milhões para fazer saneamento e verificar perdas de água. Que a prefeitura contratou por 3 milhões, com dispensa de licitação a empresa do ex-prefeito de Petrolina. Que somente no mês de março o prefeito nomeou 45 aliados, impacto na folha de pagamento de mais de R$ 150 mil. Que a rejeição beira a casa dos 85% e que muitos candidatos a vereador não quer apoiá-lo na reeleição.

 

Quem se alegra com a decisão do juiz contra o cidadão Ramiro Cordeiro, deveria repensar e lembrar da prisão do ex-presidente Lula, como foi dolorido para muitos, que inclusive, até hoje cobram reparação pela suposta injustiça. Ou tudo não passou de encenação?

Ascom Ramiro Cordeiro

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *