JUAZEIRO SAÚDE

Ministério da Saúde suspendeu repasse de 1 milhão e meio para Juazeiro

O cidadão Valdemar Borges enviou email para  a nossa redação relatando o absurdo, e o que explica o caos da saúde em Juazeiro, confira:

Uma Portaria do MS de Nº 281, de 20 de fevereiro de 2020, suspendeu o repasse de recurso financeiro no valor de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) destinado ao incentivo de custeio mensal de qualificação da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h, localizada no Município de Juazeiro (BA).

Uma Resolução da Comissão Intergestores da União define o prazo para os gestores enviarem manifestação ao Ministério da Saúde e define a suspensão da transferência dos recursos de custeio referente às habilitações dos serviços de atenção à saúde de média e alta complexidade que não estejam em funcionamento ou não apresentem a produção assistencial comprovadas registrada no sistema

A suspensão dos repasses para a UPA de Juazeiro Bahia acontece porque o gestor teria deixado o Sistema de Informações Ambulatoriais (SIA/SUS) sem Comprovação. A medida que a unidade não alimenta o sistema e comprova os gastos o governo federal não repassa mais os recursos de custeio para compra de remédios e insumos para abastecer a unidade de saúde para que possa entender a população.

A responsabilidade de alimentação do Sistema de Informações Ambulatoriais é do município, para que possa comprovar a produção. Quando a gestão não alimenta o sistema com informações verídicas o governo federal entende que o município não precisa dos recursos e faz a suspensão dos repasses até que a situação seja regularizada.

Acessem o teor da portaria281

Valdemar Borges                                                                                                         Cidadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *