JUAZEIRO POLÍCIA

Juazeiro: Trabalhador diz ter sido agredido na fila do auxílio emergencial por GMs

O cidadão Luiz Alberto Benevides de Queiroz, morador da rua do Paraíso, bairro Santo Antônio, amigo da família, procurou a nossa reportagem para denunciar a agressão de membros da Guarda Municipal a um cidadão, identificado por Oséias, que estava na fila da Caixa Econômica Federal  na madrugada desta quarta-feira (20) para receber o auxílio emergencial.

Segundo Luiz, a família da vítima está receosa de denunciar o fato na delegacia de polícia, mas ele resolveu procurar a imprensa por conta da maldade praticada nas agressões por quem deveria defender a sociedade, além da prática ir de encontro aos direitos humanos.

“Na fila, estavam quatro ou cinco pessoas, mas a Guarda Municipal resolveu agredir esse cidadão que recebeu socos, pontapés e coronhadas chegando a desmaiar em plena via pública. Isso não pode ficar impune” expressou Luiz Alberto, o denunciante.

O fato repercutiu bastante nas redes sociais. O cidadão é muito conhecido de todos, ele é franelinha na área bancária de Juazeiro. Um trabalhador que tem a confiança e a simpatia das pessoas, isso causou muita revolta na população.

O comandante da Guarda Civil Municipal Israel Marcos dos Santos que confirmou a abertura de um processo administrativo para investigar a denúncia.

“Assim que soubemos do fato iniciamos processo administrativo para apurar os fatos amplamente negado por todas as equipes que na data alegada pela denúncia estavam com suas atenções focadas na fiscalização do toque de recolher. Já requisitamos as imagens das câmeras instaladas nos locais citados na denúncia e pedimos à família da vítima que procure a guarda. Nós, precisamos ouvir a pessoa agredida, para isso temos a ouvidoria” explicou Israel que ainda saiu na defesa dos seus comandados.

Fonte de informações:RedeGN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *