MUNDO POLÍTICA SAÚDE

Opinião: O mundo exige mais responsabilidade e compromisso de todos

Uma coisa é certa, ninguém ou qualquer decreto segura mais de 60% da população trancada em casa. As pessoas precisam trabalhar para se manter, ir a mercados, farmácias, padarias, médico, comprar algum reparo ou eletrodoméstico para casa, inclusive roupas e calçados.

Não há serviços ou comércios menos importantes, existem apenas os de necessidades mais frequentes e outros não, todos são essenciais. Se uma geladeira estraga não vamos ter que comprar outra? E as empresas que estão vendendo apenas 30% de sua capacidade irão vender pelo preço “normal”? Claro que não! E as empresas de cartão de crédito (grandes sócias do consumo no mundo) estão reduzindo suas taxas para ajudar a manter o consumo, ajudar a população? Claro que não! A pandemia vai deixar de alcançar a todos no mundo? Claro que não! É uma “virose” de virulência, sinônimo de “tamo lascado”, cuide da sua imunidade para sair vivo dessa!

E há mais de 3 meses os estados e municípios ficam feito barata tontas inventando alternativas para que a virose da moda não chegue a todos de uma vez só. Para reduzir a imagem óbvia do descaso claro, sempre divulgado e denunciado com a saúde.

Outros comércios, modelos de negócio, estão chegando com as mesmas práticas anteriores (Não todos) de explorar literalmente a necessidade da população. E os governantes (há exceções) não mordendo esse pedaço, tentam meios de amenizar o caos interno e externo, de sua responsabilidade, e ter vantagem nisso tudo também.

E o que resta a nós povo, funcionários públicos ou não, contratados ou informais, empresários de produtos ou serviços, é se virar como puder para seguir a vida. O ideal que vejo é seguir na linha do equilíbrio, vamos todos: cuidar de nossa dieta e cuidados com o corpo e ambiente, continuar trabalhando dentro das medidas de higiene e distanciamento, não assistir ou ler conteúdos que mantenha a linha do terror (isso está acabando com a saude mental), enfim tem medidas que ajudam muito mais.

Mas vejo que os objetivos do povo “joio” é contaminar o povo “trigo” com suas práticas egoístas e insensatas – posso até ser a parte joio! Mas essa análise maturada só o futuro dirá. Infelizmente nem toda semente desse mundo acredita que vai morrer um dia. Sério, há quem se iluda vivendo como se não houvesse amanhã, crendo fielmente que estaremos isentos das consequências dos frutos que produzimos.

Enfim, essa foi a psicografia da manhã.

Abraços de luz e saúde a todos!

Por: Lílian Dias Coelho de Vargas Witcel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *