BAHIA DENÚNCIA JUAZEIRO

Prédio e o acervo do Clube dos Artífices prestes a desaparecer

Da redação

A fotógrafa juazeirense, Laís Lino desabafa na rede social um sentimento que tem sido de todos os juazeirenses: estão apagando a nossa memória!

No livro “Memória histórica de Juazeiro”, do escrito juazeirense João Fernandes da Cunha, ele relata como foi o inicio da  Sociedade Beneficente dos Artífices Juazeirenses, que foi fundada em 25 de dezembro de 1928, inicialmente com a denominação de Sociedade Beneficente dos Artistas Juazeirenses.
Um exemplo extraordinário de coesão e de espírito de classe, deram os artífices de Juazeiro, unindo-se, em verdadeiro mutirão, para construir, independentemente de remuneração, a sede social de sua entidade e, estimulados pela cooperação recebida de terceiros, especialmente do seu presidente, que doara à sociedade parte do terreno onde veio a ser edificada, foi ela inaugurada, solenemente, a 01 de maio de 1932, nas comemorações do Dia do Trabalho.
Em 1937 a sociedade instituiu a sua filarmônica, denominada Primeiro de Maio, e na sua sede social, também se realizavam, periodicamente, festas dançantes, especialmente nos carnavais, reinando em todas elas grande animação.
Mantinha a Sociedade Beneficente dos Artífices Juazeirenses serviços de assistência médica gratuita aos sócios e seus familiares e de assistência judiciária aos associados.
O pavilhão social, cujo desenho e criatividade foi de autoria do Engenheiro Jovino do Prado Pereira, era sempre hasteado, ao lado da Bandeira Nacional, em todas as grandes datas cívicas do país, especialmente no 01 de Maio, quando a sociedade, todos os anos, sempre realizou festivas comemorações. Merece um registro especial a porta principal do acesso ao edifício-sede, que é uma obra de arte, ricamente entalhada pelo modelador Edgard Bandeira, exímio artista juazeirense autor de esculturas notáveis.
Marcou época a Sociedade Beneficente dos Artífices Juazeirenses, sobretudo pela liderança que assumiu na conscientização dos direitos e deveres do proletariado na região, fomentando e ajudando a fundação de entidades congêneres em Petrolina, Jacobina, Senhor do Bonfim e Xique-Xique, em cujo trabalho de proselitismo e de ação, teve atuação destacada o Professor Agostinho José Muniz, o principal baluarte da entidade e seu mentor intelectual.
Promoveu a Sociedade Beneficente dos Artífices Juazeirenses a sindicalização do operariado juazeirense, a partir de 1934, com o seu Vice Presidente Saul C. Rosas à frente desse movimento e com o apoio inestimável do Professor Muniz.
Concluida a sindicalização o operariado promoveu a sua arregimentação política, fundando o Partido União Trabalhista de Juazeiro, de âmbito municipal, que alcançou vitórias eleitorais em Juazeiro de 1934 a 1937, quando foi extinto, em consequência do golpe que instituiu o Estado Novo no país.
Neste simples relato, de logo se verifica que a Sociedade Beneficente dos Artífices Juazeirenses concorreu, de maneira altamente significativa, para congregar aquela parcela da sociedade juazeirense que se colocava, naturalmente, na base da pirâmide social. Não sendo ela uma associação de caráter puramente recreativo, mas, de modo especial, de natureza beneficente, pode, contudo, prestar, direta e indiretamente, boa soma de serviços aos seus associados, visto que foi o primeiro teto onde se abrigaram as classes artífices da cidade, para a sua organização, nascendo, ao calor de sua hospitalidade, quase todas as iniciativas locais em benefício do bem estar do proletariado.

_Memória Histórica de Juazeiro. JOÃO FERNANDES DA CUNHA

One Reply to “Prédio e o acervo do Clube dos Artífices prestes a desaparecer

  1. Em breve vamos sim, mostrar quem foi, quem é, e quem queremos para mudar Juazeiro…

    Quem desejar mudar de pingue-pongue… mudar o jogo de verdade, poderá escolher se pinga na festa circense, se ponga nas caravanas da mentira ou se AVANÇA e se liberta dos grilhões dos grupinho e do atraso.

    Cansado de enganação?
    LIMPE Juazeiro com:
    L egalidade
    I mparcialidade
    M oralidade
    P ublicidade
    E ficiência

    AVANTE Juazeiro!
    Não precisamos de muito para fazer muito!

    AVANTE 70! LIMPE Juazeiro!!

    http://www.geraldojose.com.br/mobile/index.php?sessao=noticia&cod_noticia=118494

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *