Sem categoria

APESAR DE VOCÊS, EU SOU MAIS JUAZEIRO!

Apesar de vocês, amanhã há de ser outro dia. Vocês que inventaram essa Juazeiro das ruas esburacadas, escuras e das obras inacabadas. Uma cidade sem cultura; sem arte; sem vida; sem a noite boemia; sem educação de qualidade. Hoje são vocês que mandam, no tudo nosso, e nada deles como gostam de se expressar. Oprimindo um povo alegre a olhar para o chão e a falar de lado.

Sorrateiros e dissimulados, pregam o amor e paz, quando na verdade são uns tiranos, déspotas e forasteiros sem piedade com os filhos dessa terra. Quantos pagam por não serem os seus capachos ou por não atenderem os seus caprichos?

Mas eu pergunto a vocês: onde irão se esconder da enorme euforia que toma conta das ruas, nas redes sociais e nos gritos contidos? Não poderão mais proibir o canto do galo que tece uma manhã, estimulando outros galos a cantarem.

Água nova não passa somente embaixo da ponte presidente Dutra, passará também no Paço Municipal, essa com aditivos: hipoclorito de sódio e ácido clorídrico para limpar toda sujeira e encardido.

O povo lhes cobrará com juros todo canto reprimido, toda obra inacabada, toda rua esburacada e toda morte da cultura. Como irão fabricar sonhos e ilusões, se mágico das ilusões fugiu para circos mais rendosos?

Apesar de vocês, ainda veremos o dia raiar sem pedir licença. As praças estúpidas brotando flores, mesmo sem vocês quererem. Nesse dia eu irei morrer de rir, esse dia há de vir, e será antes do que vocês pensam.

*Texto adaptado da música "Apesar de Você", composição de Chico Buarque

#SouMaisJuazeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *