JUAZEIRO SAÚDE SOCIAL

Juazeiro: 25 milhões, mas cadê os respiradores e ajuda aos trabalhadores informais?

Juazeiro vai ser a última cidade a enfrentar a pandemia de forma séria, passados quase dois meses que iniciou as medidas de enfrentamento, o município continua não desenvolvendo políticas públicas de saúde e social que minimizem os efeitos do coronavirus na sociedade.

O governo municipal receberá em torno de 25 milhões do governo federal para ajudar nas ações, mas até o momento não temos ampliação de leitos, os únicos que temos são do hospital Regional, nada de hospital de campanha, a opção foi usar as precárias instalações da UPA e transferir os atendimentos para a rede particular.

Respiradores? Tem sim, alguns quebrados e dois que foram doados por uma instituição para o município. Mas o gestor não fala nas suas entrevistas sobre aquisição dos mesmos, pelo menos ainda não fez uma propaganda da real aquisição.

Sobre os trabalhadores informais (feirantes, mototaxistas, ambulantes etc.) que estão duramente sofrendo as consequências da pandemia, na última vez que o prefeito Paulo Bomfim (PT) foi questionado, disse: “o governo federal vai ajudar”.

O prefeito precisa se preocupar com os trabalhadores, pois o benefício poderia ser destinado a trabalhadores sem carteira assinada e renda fixa, afetados pela redução nas atividades econômicas devido à pandemia de Covid-19 em Juazeiro. Hoje, os feirantes dos mercados e feiras livres estão bastantes afetados, e eles questionam a gestão municipal sobre ajuda que poderiam minimizar os efeitos na vida dos mesmos.

O prefeito escondeu que se filou ao PT – Partido dos Trabalhadores, mas como ele havia amplamente divulgado que se filiaria, presume-se que ele estar filiado. O partido que diz ter entre as suas bandeiras de luta o social e o povo mais carente, se cala diante desse grave momento em que passa os trabalhadores no município.

Os dois vereadores do partido não se pronunciam, inclusive o vereador Tiano Felix (PT), que tem sua história de vida ligada aos feirantes do Mercado Joca, ele que foi permissionário, nada fala, mas na propaganda da reforma do Mercado ele aparece como um dos responsáveis pela conquista.

One Reply to “Juazeiro: 25 milhões, mas cadê os respiradores e ajuda aos trabalhadores informais?

Deixe uma resposta