BAHIA EDUCAÇÃO

Salvador irá distribuir pacote de dados móveis para alunos acessarem conteúdo pedagógico

A Prefeitura de Salvador irá entregar chips telefônicos com pacote de acesso a internet móvel para 33 mil alunos do Ensino Fundamental II.

Com as aulas paralisadas devido a pandemia de coronavírus, os chips darão acesso exclusivo a conteúdo pedagógico e aulas à distância pela internet. Tablets serão disponibilizados para gestores escolares poderem gerenciar a operação.

A iniciativa faz parte de um conjunto de estratégias, anunciadas nesta segunda-feira (22) pelo prefeito ACM Neto (DEM), para suprir a carência de aulas presenciais. Além dos chips, a gestão vai disponibilizar 30 mil livros digitais para alunos e professores dos anos finais do ensino fundamental por meio de uma parceria com a instituição Árvore dos Livros. A plataforma também possibilitará o acompanhamento das leituras pelos alunos.

“Teremos transmissão de aulas na televisão aberta, entregas de chips aos alunos, vamos disponibilizar vasto conteúdo de literatura e todo um trabalho psicopedagógico de acolhimento das famílias diante esse período de isolamento”, falou o prefeito durante coletiva.

TV EDUCATIVA
Para tentar minimizar o impacto, a prefeitura de Salvador irá investir na transmissão de conteúdo educativo via canal aberto de televisão (saiba mais aqui). Serão dois canais exclusivos para a Secretaria Municipal de Educação, o 4.2 para as turmas do 6° e o 7° ano e o 4.3 para as turmas do 8° e 9° ano, sempre uma por turno.

Por decreto, as escolas municipais e particulares de Salvador estão fechadas desde março. Colégios particulares e cursinhos preparatórios buscam se adaptar ao momento, ofertando aulas online e reduzindo a carga horária e o salário dos professores.

Deixe uma resposta