Sem categoria

A revista inglesa The Economist, a bíblia do “mercado” e dos bancos globais, dá destaque desde a capa às milícias do Rio.

A revista inglesa The Economist, a bíblia do “mercado” e dos bancos globais, dá destaque desde a capa às milícias do Rio e à tolerância do Governo Bolsonaro (e seus filhos…) em relação aos grupos criminosos.

The Economist diz que o numero de assassinatos no Rio, em 2017 foi de 40 por mil pessoas, 14 (14!) vezes maior do que o de Nova York.

As milicias controlam – diz a reportagem – um quarto da região metropolitana do Rio, área de que Duque de Caxias é o centro, o que corresponde a uma população de dois milhões de pessoas!

The Economista lembra também que o 01, o Flávio Bolsonaro empregou a mulher e a mãe de um policial foragido, acusado de chefiar uma milícia de nome “Escritório do Crime”!

Dois dos membros dela são acusados de matar uma vereadora do Rio, Marielle Franco.

Se Bolsonaro quer reduzir a criminalidade, diz The Economist, não deveria permitir que policiais dirigissem milícias!

Nem o governador do Rio deveria mandar a polícia atirar na “little heads”, na cabecinha dos criminosos.

Lamentavelmente, a conceituada revista não faz a pergunta que está na cabeça de todos os brasileiros: Moro, cadê o Queiroz?

Fonte: noticiasvip.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *