JUAZEIRO POLÍTICA

Diretor do SAAE é punido por ter cometido infração de trânsito

Foi publicado no Diário Oficial do Município de Juazeiro, no dia 07 de Julho, decisão originada de Processo Administrativo Disciplinar instaurado através da portaria SAAE nº 026/2020,  que apontou conduta irregular no Art.190 da Lei 1460 de 19 de novembro de 1996 e Art. 7º da Lei 1775 de 22 de dezembro de 2003 imputada ao servidor  público municipal ANTÔNIO BARBOSA DOS SANTOS JÚNIOR, mais conhecido por Barbosinha, ex-prefeito da cidade de Filadélfia-Bahia.

No mês de dezembro de 2019, conforme publicamos [Ex-prefeito de Filadélfia (BA) é funcionário fantasma na prefeitura de Juazeiro (BA), com salário de R$ 8.000 reais], servidores do SAAE e populares denunciaram que o ex-prefeito não comparecia para trabalhar, e que tinha uma carro a sua disposição para rodar por onde quisesse com o combustível pago pela autarquia municipal.

Logo após a publicação, o ex-prefeito começou a fazer selfie no seu local de trabalho e com algumas pessoas, a exemplo do prefeito Paulo Bomfim (PT). Passou alguns meses cumprindo horário e fazendo jus ao salario que recebe (cerca de 8.000,00 mil). Mas Barbosinha voltou a não comparecer assiduamente ao SAAE para cumprir expediente.

Hoje, o ex-prefeito tem um veículo a sua disposição, conforme verificação da placa, o mesmo pertence ao município de Juazeiro, especificamente ao Fundo Municipal de Saúde. Embora o veículo que ele cometeu a infração de trânsito, foi uma caminhonete FIAT STRADA, placa PKG -1983.

Barbosinha é também conhecido como um “curtidor”, festeiro, forrozeiro, um bon vivant, que já emprestou uma ambulância para a festa do Sfrega em Senhor do Bomfim, em troca de um nebulizador avaliado em R$ 2 mil – de acordo com o ex-prefeito na época, o equipamento iria atender até quatro pessoas de uma vez só no Hospital Municipal São Sebastião.

Nas diversas vezes que estivemos no SAAE a procura do Diretor ANTONIO BARBOSA, alguns funcionários afirmaram que ele não estava, inclusive uma chegou a dizer que ele quase não aparece, que algumas demandas do órgão ele resolve por mensagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *